Envie sua redação para correção
    A educação á distância, nos últimos anos, assumiu papel de protagonista no processo ensino-aprendizagem. Com o desenvolvimento tecnológico, espaço e tempo no processo educativo foram reduzidos e a educação à distância parece corroborar para a verdadeira revolução no ensino brasileiro.
          No Brasil dos anos 80, a educação à distância estava restrita à formação técnica e continuada. Assim como as pessoas recebiam cartas, materiais pedagógicos eram enviados e recebidos pelos alunos.Com a revolução tecnológica do final do século XX, a educação à distância englobou diversos níveis de educação e, principalmente, mudou a visão da sociedade àqueles que a utilizam.
         O que antes era discriminação, atualmente é uma ferramenta da educação em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Universidades, organizações e escolas em todo o mundo aplicam a tecnologia aos princípios da educação à distância para acesso e compartilhamento de conteúdo atual e de qualidade em qualquer parte do planeta.Rompendo os limites do espaço e do tempo, o professor e o aluno convivem e auxiliam-se na formação do conhecimento.
          Em um país com dimensões continentais, como é o Brasil, a educação à distância pode suprir a fragilidade na educação presencial e local. As fragilidades na educação de região menos desenvolvida podem ser superadas com a aplicação da educação à distância, otimizando o tempo com uso da tecnologia. Apesar disso, pesquisadores afirmam que há necessidade da mudança de postura dos alunos e professores. O aluno, nessa modalidade de ensino, tem autonomia no processo, mas isso não quer dizer displicência. Aquele deve ter maior responsabilidade, uma vez que o professor e a tecnologia  envolvidos são norteadores do conhecimento a ser construído.
          Para muitos especialistas no assunto, a educação à distância é uma ferramenta pedagógica capaz de alterar o atual cenário da educação brasileira, com baixas avaliações, por exemplo, na educação básica. Todavia, a ferramenta pode ser transformada em arma se não foram assumidos e desenvolvidos sistematicamente os princípios pedagógicos, tecnológicos e sociais que envolvem o processo de ensino-aprendizagem.   
          Dessarte, o Estado deve investir no desenvolvimento da educação à distância nos diversos níveis de ensino, com suporte e manutenção da tecnologia envolvida. Nas instituições de ensino, há de se ensinar o uso do ensino à distância para àqueles envolvidos no processo de ensino-aprendizagem. Por parte da comunidade escolar, a mudança de postura frente essa nova ferramenta se faz necessário. Investimento financeiro para e revolução educacional é necessário, mas, assim como afirmou  Darcy Ribeiro, o investimento em educação é economia de dinheiro na construção de presídios.