A importância da educação à distância no Brasil

Envie sua redação para correção
    Nelson Mandela afirmava que ‘’a educação é a arma mais poderosa que podemos usar para transformar o mundo’’. A partir disso, pode-se dizer com certeza que democratizar o ensino superior no Brasil através da educação a distância (EaD) é de suma importância para a formação de profissionais capacitados de modo a construir um país com maior igualdade de oportunidades. 
      Em primeiro plano, faz-se necessário enfatizar a importância da educação a distância para a capacitação de profissionais brasileiros. Com o advento da modernidade e as constantes transformações que vêm surgindo a partir dela - temos como exemplo a democratização do acesso à informação através da internet -, passou-se a propagar o conhecimento de forma mais acessível e prática. Nesse sentido a EaD surgiu como uma alternativa para a profissionalização de indivíduos que antes não conseguiam conciliar o trabalho, dentre outras obrigações, com os estudos. Soma-se o fato desse novo modelo de educação estar disponível inclusive para pessoas que residem em cidades que não possuem uma universidade enquanto espaço físico. 
        A partir disso, é importante frisar, também, o irrefutável caráter sociocultural da educação. Platão, em sua alegoria ‘’O Mito da Caverna’’ nos mostrou que o acesso ao conhecimento e à cultura proporciona aos indivíduos a ampliação do olhar crítico acerca dos acontecimentos que os cercam. Sendo assim, esses aspectos contribuem para a formação de indivíduos com uma visão periférica apurada acerca das mazelas e injustiças sociais de onde vivem. Além disso, a profissionalização dos cidadãos contribui para a dinamização das atividades políticas e econômicas do país, à medida que teremos mais profissionais capacitados atuando em diversas áreas dos setores econômicos. 
       Fica claro, portanto, que a fomentação e a ampliação do modelo de educação à distância deve ser incentivada de modo a democratizar o acesso ao ensino. Para isso, vários agentes devem ser mobilizados. Estados e municípios, podem oferecer incentivos fiscais a faculdades que se disponibilizassem a abrir polos de ensino em locais de difícil acesso. O Ministério da Educação e Cultura (MEC), em parceria com os meios de comunicação, têm o papel de divulgar, por meio de campanhas publicitárias na internet, emissoras de TV e Youtube, prazos de inscrições em processos seletivos de faculdades particulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Além de enfatizar a importância de se possuir uma formação acadêmica tanto para a vida profissional quanto pessoal. Desta forma, daremos um importante passo para a formação de uma sociedade mais preparada, dinâmica e inclusiva.