A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    O filósofo francês Émile Durkheim discute em suas obras os princípios do Funcionalismo. Para Durkheim, a sociedade funciona como um organismo, onde cada instituição e indivíduo exerce uma função para obter um equilíbrio e harmonia social. Porém, existem grupos que ficam a margem desta sociedade, e tentam a todo instante se incluir nela. Dentro dessa ótica, torna-se necessário debater sobre a importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres, que tem como ideais a busca pela igualdade salarial entre homens e mulheres que desempenham uma mesma função e o fim da violência de gênero.
      Em primeiro lugar, vale ressaltar que as mulheres recebem um salário inferior ao dos homens simplesmente por serem mulheres. Segundo uma pesquisa feita pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no Brasil, as mulheres ganham em média cerca de 30% a menos do que os homens que exercem uma mesma função.
      Simultaneamente, as mulheres sofrem diariamente com diversos atos de violência. De acordo com a Secretaria de Políticas para Mulheres do Governo Federal, no Brasil, a cada 12 segundos uma mulher é violentada, segundo o Mapa da Violência, a cada 10 minutos uma mulher é estuprada, e de acordo com o IPEA, a cada 90 minutos uma mulher é assassinada.
      Mediante a isso, torna-se indubitável que o Governo do Estado construa mais delegacias para mulheres, atendendo os pedidos de denúncia e sendo eficientes para intervir nos atos de violência contra a mulher. Junto a isso, o Poder Legislativo do país, deve criar uma lei que obrigue as empresas e qualquer tipo de estabelecimento comercial, a pagar a mesma quantia salarial entre homens e mulheres que exercem uma mesma função. Assim sendo, o Brasil terá uma maior igualdade entre homens e mulheres.