Envie sua redação para correção
    Os Desafios do Movimento Feminista
    Em reação ao Direito do Homem e do Cidadão criado em 1789 no auge da Revolução Francesa, a feminista Olympe de Gouges em 1791 elaborou os Direitos da Mulher e da Cidadã. Nessa época temia-se que as mulheres invadissem o território masculino dos direitos da vida pública, e da superioridade na hierarquia. No entanto, devido ao papel do feminismo as mulheres conquistaram direitos, mas ainda precisam avançar rumo ao reconhecimento de igualdade de gênero.
    As mulheres no Brasil conquistaram direitos de frequentar a escola básica a partir de 1927, já as universidades só foram ocupadas pelo gênero feminino mais de 50 anos depois. Entretanto, por mais que alguns direitos entre homens e mulheres sejam iguais perante a lei, ainda há disparidades entre salários, horas de trabalho, e dedicação aos filhos e ao lar. Logo, o papel do feminismo é sobre poder dar escolha sem influência social pautada em gênero.
    7 em cada 10 mulheres são violentadas ou serão durante a vida, e 35% dos homicídios contra mulheres são causados pelo parceiro íntimo. Neste caso, os números refletem a violência vivida diariamente por mulheres, seja em casa, no trabalho na rua e internet. Sendo assim, mesmo que haja lei como a Maria da Penha que garanta os direitos as mulheres, ainda há as que sofrem caladas e o papel do feminismo é contribuir para diminuir esta violência dando apoio ás mulheres.
    O movimento feminista frente a luta pelos direitos das mulheres possibilitou grandes conquistas como o direito ao voto, ao estudo, mercado de trabalho, entre outros consolidando uma maior participação feminina na sociedade. Porém, grandes são os desafios das mulheres na luta pelo reconhecimento, e o movimento feminista precisa continuar atuando para a garantia e ampliação de novos direitos. Além disso, é importante que o Estado invista cada vez mais em políticas públicas para as mulheres, e que estas sejam protagonistas nessas conquistas.