Envie sua redação para correção
    Na Grécia antiga, a mulher era vista como uma criatura sub-humana, inferior ao homem, destinada apenas para a procriação. No entanto, por intermédio dos movimentos feministas, ao longo dos anos, às mulheres vem obtendo cada vez mais direitos e, o que faziam com elas na Grécia antiga está sendo apagado da história. Nesse sentido, convém analisar a importância desse movimento para as mulheres.
        Em primeiro lugar, destaca-se o direito de escolher seus representantes na política. Tendo em vista, que pela ausência desse direito os homens  tinham autonomia para explorar e estuprar as mulheres, pois elas não tinham representatividade no governo. Cumpre enaltecer o filme, as sufragistas, que mostra como era a realidade das mulheres antes de não ter representação e quando passaram a ter. Desse modo, nota-se que o movimento feminista é de suma importância, já que com a união dessas mulheres, mais e mais direitos podem ser conquistados.
       Outrossim, salienta-se a quebra de estereótipos impostos sobre as mulheres. Torna-se imprescindível esclarecer, a imagem do homem da caverna puxando  a mulher pelo o cabelo que ainda é enfatizada na atual sociedade contemporânea, ou seja, a mulher de acordo com a cultura machista é um objeto dos homens. Dessa maneira, os movimentos feitos pelas as mulheres é de grande relevância,pois, mediante a tal ação esses estereótipos serão submisso a sociedade.
        Portanto, com o objetivo de romper, ainda mais, com as ideias da Grécia antiga, é preciso que as mulheres continuam atuando ativamente, por meio de manifestações pacíficas,como, por exemplo; greves e, redes sociais, pois a internet está polarizada e, uma grande parte da população tem acesso, a fim de que elas possam ter obter direitos, assim como os homens. Ademais, cabe aos governantes, criar leis que vão proibir a disseminação de estereótipos que, fere a imagem das mulheres, mediante referendo, para que a mulher não seja submissa ao homem e nem consideradas objetos masculinos.