A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    É indubitável que o ideário feminista obteve diversos avanços ao longo da história. Exemplo disso, em 1897 a mulher conquistou o direito à voto, fato que marcou a modernização da sociedade brasileira. Nesse contexto, o movimento feminista corrobora para a igualdade de gênero e defesa dos direitos da mulher.
            Primordialmente, apesar das conquistas das mulheres, ainda existe dificuldades tangentes à integração feminina no âmbito social. Segundo o IBGE, as mulheres recebem, em média, 72,3% dos salários dos homens, exercendo o mesmo cargo. Partindo desse dado, o fato de a mulher ter entrado no mercado de trabalho mais tarde, ter tido acesso a escolaridade tardiamente -apenas em 1879, com direito à faculdade-, ter atribuição a maternidade, tudo isso contribui para as discrepâncias existentes e a desigualdade de gênero. Sendo assim, o movimento feminista é importante para superar os paradigmas machistas e patriarcais da população canarinha.
               Ademais, com a concepção feminista, foi possível defender e adquirir os direitos da mulher. Ao decorrer da história tupiniquim, feministas contestaram o vetusto imbróglio sexista, através de protestos e atitudes que exigem mudanças. Como exemplos dessas conquistas, a lei Maria da Penha, que caracteriza como crime a violência contra a mulher, foi promulgada em 2006.
                É evidente, portanto, que o movimento feminista alcançou avanços consideráveis nas questões sociais. Sendo assim, é mister que o MEC promova uma reeducação moral para crianças e adolescentes, por meio de palestras, objetivando quebrar os estigmas machistas. Além disso, é necessário que o Governo Federal fiscalize e multe empresas sexistas, com o intuito de promover a igualdade de gênero. Desse modo, será possível garantir os direitos das mulheres.