A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    Simone de Beauvoir. Carol Hanisch. Betty Fredan. São pensadoras que fizeram parte da segunda onda feminista na qual ocorre em meados do século 20 com o ideal de feminismo radical que compreende qual é a origem da mulher e as lutas por uma mudança na estrutura da sociedade, para que além de alcançado a igualdade, seja possível que o sexo feminino possa escrever sua história. Entretanto, ainda há muitos desafios a serem superados com a ajuda do movimento feminista, tal como a equivalência do salário feminino ao masculino e a popularização de seus ideais. 
         Em primeiro lugar vale ressaltar o livro a dominação masculina do sociólogo Pierre de Bordieu, que desenvolve um estudo na Cabília e percebe o androcentrismo populacional, região na qual a perspectiva de tudo é sempre máscula  e de raízes patriarcal se reverberando na socialização feminina, as meninas serão vistas como o não- homem , sendo-as criadas dentro de limites, impedindo-a de ocupar espaços sociais, gerando a naturalização da violência simbólica.
       Segundo uma pesquisa do banco internacional de desenvolvimento(BID), homens e mulheres que trabalham na mesma área, por exemplo professor e professora, possuem uma diferença na quantia de salários, sucedendo o homem o detentor da maior remuneração,tal fato evidência a perpetuação da cultura machista. É nessas questões que o movimento feminista busca uma transformação para que fatores como esse virem passado e que cada vez existia a equivalência de gênero  em ambas as partes.
         Diante dos argumentos supracitados é nítido a importância do movimento feminista para o direito das mulheres, é necessário que a esfera executiva junto com o legislativo criem leis que obriguem a aplicabilidade de igualação dos salários e caso haja o descumprimento haja cobranças de multas. Ademais a presença das mídias sociais de forma representativa a gerar a conscientização da população por meio de propagandas e reportagens que contem histórias como a de Dandara e Frida Khallo, gerando a informação sobre a minorias e o princípio do respeito.