Envie sua redação para correção
    Movimento  mais que importante, é indispensável.
         vivendo ainda sobre a triste herança cultural patriarcal, o Brasil, onde as mulheres, ainda são tratadas de forma desigual, tanto na esfera econômica quanto na profissional, País esse, que carece de uma manifestação ativista, para incentivar, uma forma de "equilibrar" essa "balança" desleal. Neste aspecto, é imprescindível a atuação conjunta, da sociedade, dos veículos de informação, e do Estado a favor do movimento feminista na luta pelos direitos da mulher na nossa Nação.
        Mostrar o quão forte e resistente pode ser em relação ao homem, não é esta a questão aqui. A luta ativista feminina, vive um momento de busca pela igualdade de condições, salariais e, também ao combate as diversas formas de discriminação e preconceito, para isso, é necessário o engajamento social e estatal na orientação da população, desde a sua educação fundamental tanto no seio familiar, quanto nas escolas.
        Segundo a ONU (organização das nações unidas) um dos 17 objetivos do milênio a ser conquistado pelos países é, a igualdade de direitos e deveres entre os gêneros. dessa forma, e não diferente a este eixo logico, a nossa constituição de 1988, e CLT de 1943 (consolidação das leis trabalhistas), vedam qualquer desigualdade entre homens e mulheres, exceto é claro aqueles regidos por força maior, no caso da licença maternidade para mães e pais .
             contudo, ainda que a busca pela igualdade, esteja constantemente melhorando as condições femininas, ainda ha muito o que se fazer. O combate ao feminicídio ( homicídio relacionado diretamente a condição feminina) , por exemplo, é algo ainda latente em uma sociedade que perde cerda de 8 mulheres por dia nessa patologia social, embora a Lei do feminicídio tenha sido criada em 2015 , ainda  ha um alto índice de casos existentes. Fato  este, que sera extirpado da sociedade, com o apoio ao  movimento de luta pelo direito das mulheres, e o Engajando do Estado, na efetivação de projetos de conscientização à igualdade social "assexual".