A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    A transformação da mentalidade socialmente estabelecida
        O movimento feminista está na luta pelos direitos das mulheres, com a transformação da ordem estabelecida em nossa sociedade. Desde o ano de 1970, ele concedeu às mulheres importantes conquistas, porém, diante de suas diferentes fases, hodiernamente, tem sido confundido com libertinagem.
         Segundo uma pesquisa feita pela Secretaria de Políticas para Mulheres do Governo Federal, a cada 12 segundos uma mulher é violentada, com base no Mapa da Violência, a cada 10 minutos uma mulher é estuprada e, de acordo com o IPEA, a cada 90 minutos uma mulher é assassinada. Esses dados alarmantes mostram que ainda há certa superioridade de homens em ralação a mulheres, pois a violência que atinge os homens não se restringe ao sexo. O feminismo luta pelo respeito, pelo fim dessa violência de gênero, que oprime e coloca a mulher numa posição inferior.
         Defender a igualdade de gênero, o fim da imposição dos homens sobre a sexualidade das mulheres, o direito ao voto feminino, a igualdade de salários, quando ambos os sexos desempenham a mesma função, é um ato de justiça. Mostrar os seios publicamente, transar com quem quiser sem prevenção e transmitir doença uns aos outros, engravidar por irresponsabilidade e querer abortar, é olhar apenas para a própria vida, ser libertino e inconsequente. Diante desses diferentes momentos do feminismo, é possível dizer que havia uma luta por direitos, mas, atualmente, pessoas apropriaram-se do termo para legalizar os próprios anseios.
        É preciso solucionar, portanto, o impasse. A mudança deve ocorrer dentro do próprio lar, por meio do ensinamento, pelos pais, de que meninos e meninas podem ajudar na limpeza da casa, por exemplo. Devem ocorrer melhorias, também, em algumas leis, que defendem o direito das mulheres, como a Lei Maria da Penha, com maior assistência às vítimas.