A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    A invisibilidade feminina sobre os aspectos culturais , sociais , econômicos e políticos  não são problemas atuais. Desde o século XVIII, o exercício de dominação masculina sobre as mulheres, tanto na esfera privada quanto na pública, já existia sobre todos esses campos. Mesmo com o movimento sufragista e feminista no século XIX e suas respectivas conquistas, por exemplo, o direito ao voto, divorcio , trabalho e acadêmico, o machismo ainda é um sistema dominante enraizado na sociedade que traz sérias consequências as mulheres. Logo, é primordial a existência do movimento feminista para a erradicação desse problema, otimização do emponderamento feminino e a promoção da igualdade de gênero.
    O machismo é uma construção cultural do predomínio masculino nas estruturas sociais sobre a mulher de forma naturalizada, que determina o suborno feminino as decisões dos homens, uma vez que, as mulheres eram consideradas inferiores e inclinadas ao pecado. Como consequência desse pensamento, as mulheres eram limitadas ao matrimonio e ao cuidado, não podiam votar, trabalhar e estudar. 
    Graças as lutas dos movimentos sufragistas e feministas no século XIX, direitos foram conquistados, bem como , desbravaram o espaço público e podem hoje exercer seus direitos. Muito embora a mulher já tenha alçando novas posições na sociedade, os velhos papeis impostos pelo machismo ainda existem e prejudica as mulheres e a economia, haja vista que, limita o sucesso profissional destas e potencializa a desigualdade de gênero nas esferas sociais.
    Em suma, o movimento é importante pois trouxe maior autonomia e liberdade para as mulheres.Porém, para que o problema seja erradicado de fato, é necessário que as escolas suscitem o debate sobre a desigualdade de gênero,ensine aos seus alunos sobre suas consequências e introduzir estudos sobre as lutas femininas,afim de atenuar a discrepância entre ambos e promover maior a igualdade e combater o machismo.