Envie sua redação para correção
    O feminismo, ao longo do tempo, proporcionou a conquista de diversos benefícios para a classe feminina, e o entendimento de que as mulheres não devem ser tratadas de maneira inferior. Ao analisarmos o contexto atual, é possível reconhecer que as dificuldades ainda existem, pois não se conseguiu sanar a desigualdade de gênero e o desrespeito. Dessa forma, a luta feminista é essencial para a constante conquista de direitos fundamentais.
         A violência física praticada por cônjuges ou namorados é notória e deve ser combatida. Ditados como "briga de marido e mulher, ninguém mete a colher" e "tapa de amor não dói" são reproduzidos e evidenciam a falta de empatia à mulheres que vivem relacionamentos violentos. Sabe-se que, os índices de agressão são alarmantes, segundo o IPEA, a cada 90 minutos uma mulher é assassinada ou a cada onze segundos uma mulher é estuprada, a exemplo disso, está a militância do grupo feminino para que atos criminosos sejam punidos. Com isso, é de total importância a ação, tanto de instituições competentes, quanto da sociedade para que não haja retrocessos.
         Ademais, não há como ignorar as conquistas femininas  ao longo dos anos e não utilizá-la para interromper a cultura do assédio e machismo. Em um século de busca pela igualdade se percebeu o direito ao voto, o direito ao divórcio, a escolha do cônjuge por amor e não mais por imposição patriarcal. Vale salientar, também, que alguns aspectos ainda não foram conquistados, como a igualdade salarial, sendo que homens ainda ganham, em média, 30% a mais que mulheres. Assim, muito há para ser feito no que tange a equiparação.
         Conclui-se, portanto, que a importância do movimento feminista é primordial no desenvolvimento de direitos e conscientização de gênero. Assim, algumas medidas garantem a perpetuação das conquistas, como o trabalho conjunto do governo federal junto à mídia e a sociedade de fiscalizar e punir mais severamente atos a discriminação de gênero.