A importância do movimento feminista na luta pelos direitos das mulheres

Envie sua redação para correção
    O direito ao voto universal instituído na Eras Vargas foi um grande marco na vida das mulheres brasileiras,uma vez que, no limiar da formação das civilizações antigas o sexo frágil era visto como inferior e privado de direitos. hodiernamente, é fato que pensamentos machistas estejam fixados na sociedade, e por conseguinte, movimentos feministas surgem em busca da igualdade.Nesse contexto, deve-se analisar o legado histórico-cultural e a política ineficiente das leis como os principais motivos para o florescimento de tais movimentos.
     Em primeiro plano, é irrefutável que o pensamento machista e patriarcal sejam os principais desafios vivenciados pelas mulheres no século XXI, visto que, isso não é um problema atual, mas perpetuado desde gerações antigas.Consoante a isso, não se pode negar que a supremacia do sexo masculino em relação ao oposto solidifique-se  em uma sociedade preconceituosa, como o ditado cujo afirma que "lugar de mulher é na cozinha". Em consequência disso,agressões verbais e psicológicas são evidenciadas,e analogamente, ocultadas.
      Outrossim, atrelado a esse legado, a ineficácia de leis cujas garantem a isonimia social também corrobore para esse impasse. Dessa forma, segundo o filósofo grego Aristóteles, a política deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado na sociedade. Nessa perspectiva, é indubitável que enquanto não houver leis que resolvam de fato o problema da desigualdade de gênero, o caos perpetuará-se. Consequentemente, com a omissão de tais diretrizes, problemas com assédio, violência sexual e a inferioridade de salários são firmados.
      Torna-se necessário, portanto, que a população em harmonia com o estado mobilizem-se, a fim de garantirem o direito de igualdade perante o artigo 5° da Carta Magna e propagem a importância dos movimentos feministas. Destarte, é mister que o Governo Federal em parceria com à Assembleia Constituinte, por intermédio do aprimoramento das normas e projetos, elaborem leis definitivas e criem delegacias especializadas voltada conta a violência ao sexo feminino, no fito de expandir o direito de igualdade e punir os homens que vitimizem as supracitadas. Ademais, compete à população junta à mídia, através de debates e palestras, desenvolver anúncios publicitários e movimentos que busquem à igualdade e luta pelos direitos. Assim, terá-se-à um Brasil igualitário e livre dos preceitos históricos.