Enviada em: 24/06/2019

De acordo com a sociologia positivista de Auguste Comte,a sociedade funciona como um organismo vivo,por ser composta por partes interdependentes e coesas.Dessa forma, para que tal  modelo funcione harmonicamente,é necessário que os cidadãos não tenham seus diretos violados.No entanto,na prática,essa teoria não pode ser aplicada no Brasil,uma vez que a importância dos biomas brasileiros para a vida não é vista como prioridade.Nesse prisma,é pertinente analisar os aspectos políticos e sociais que envolvem essa problemática.         Em primeira análise,deve-se ressaltar que em 1500,com invasão dos portugueses ao território brasileiro,originou-se o primeiro contato com a exploração para fins econômicos,podendo citar a predominância da exploração do pau-brasil.Entretanto,no país,a historicidade se repete e isso reflete no desmatamento ilegal das áreas preservadas,expansão da agropecuária, queimadas,além do mais recente desastre ocorrido na cidade de Mariana em Minas Gerais envolvendo atividade extrativista de mineração que resultou em danos imensuráveis para o país.Vidas,histórias,casas,fauna e flora foram destruídas,isso uma vez que no Brasil,apesar das leis avançadas as fiscalizações são precárias,pois os órgãos de controles estão sucatados.           Em  segunda análise, de acordo com o filósofo empirista Jonhn Locke,o indivíduo nasce como uma folha em branco,sem conhecimento,e o adquire por meio da experiência.Partindo desse pressuposto,torna-se evidente que no Brasil a educação ambiental é escassa.Isso porque,culturalmente,a população não foi estimulada a conhecer e preservar o meio ambiente,visto que poucos indivíduos têm acesso á educação de qualidade.Consequentemente, sem estímulo o cidadão não se sente responsável pela preservação.            Torna-se evidente,portanto,que a questão da importância dos biomas brasileiros para a vida exige medidas concretas.É imprescindível,nesse sentido,uma postura ativa do governo que impeça práticas que possa ameaçar o desmatamento,desagregação,poluição,fauna e flora do nosso país punindo e fiscalizando empresas e indústrias, que são as maiores consumidoras de matérias-primas.Além disso,é mister ao Ministério da Educação, da mídia televisiva com seu alto poder de persuasão eduque os alunos e a sociedade como um todo sobre a importância da reutilização, reciclagem e diminuição do consumo, para assim, formar uma sociedade mais envolvida com a natureza.Desse modo o território funcionará assim como o modelo proposto por Comte....