Enviada em: 21/04/2017

Riqueza de plantas e animais,equilíbrio térmico,patrimônio histórico e cultural.Esses são alguns aspectos atribuídos, positivamente,aos biomas no Brasil em relação à manutenção da vida.Entretanto, eles estão sendo ameaçados,sobretudo,pelo desmatamento exagerado em virtude da ação antrópica_fruto da busca desenfreada para acumulação de lucro.Logo,conhecer as causas,entraves e propor medidas para mudar esse quadro:eis nosso desafio.    Antes de tudo,a retirada excessiva das florestas está relacionada à urbanização e progresso da agropecuária.No primeiro caso,isso tem sido mais intenso na Mata Atlântica porque a ocupação humana dessa área a partir da colonização do território nacional e construção de rodovias de interligação das regiões na década de 1960 devastaram grandes porções dela.No segundo,o Cerrado é alvo do avanço da monocultura de soja e pecuária.O efeito é a extinção de espécies da fauna e flora, além de o agravamento do aquecimento global. Desse modo, tal desequilíbrio afeta a biodiversidade local.    Ademais,a fiscalização insuficiente das regiões de maior risco e a falta de consciência ecológica referente à sustentabilidade contribuem para tal cenário.Nessa perspectiva, observa-se a existência de poucos profissionais de modo a evitar o desmatamento ilegal e proteger as unidades de conservação.Dessa maneira,a crise ambiental moderna corrobora com a terceira lei de Newton, pois cada ação humana corresponde uma reação contrária e, por vezes, negativa inclusive para quem a pratica.     Fica evidente, portanto, que a intervenção antrópica sobre os biomas nacionais tem prejudicado significativamente a diversidade biológica.Para tanto,cabe ao Ministério do Meio Ambiente investir em recursos humanos para o IBAMA a fim de aumentar a fiscalização,sobretudo,no Cerrado e Mata Atlântica e evitar a exploração desordenada.Já a escola deve divulgar documentários relacionados a esses e acerca dos 3R's (reutilizar,reciclar e reutilizar), estimulando o consumo sustentável e diminuindo os impactos ambientais causado pelo desperdício excessivo....