Enviada em: 18/07/2017

Bioma é um conjunto de fauna e flora que se localizam em uma mesma região e possuem características semelhantes, como a adaptação ao clima e ao relevo local. No Brasil, tem-se 6 biomas, como o Amazônico, um dos mais extensos e biodiversos do planeta. Com isso, percebe-se a importância não só deste, como também dos demais por possuirem diversidade e pluralidade essencial para toda forma de vida. Contudo, algumas ações antropológicas estão destruindo esses patrimônios naturais, o que implica bastantes empecilhos.         Em primeiro lugar é preciso frisar que os biomas são sinônimos de vida. Sem eles não teria como haver condições de sobrevivência. Em consonância com a definição em livros e artigos biológicos, o conjunto desses biomas formam a biosfera. E esta é a camada da atmosfera que abriga toda a forma de vida. Com isso, percebe-se que sem os biomas não há como a vida existir.      Em segundo lugar, vale ressaltar a degradação do bioma Amazônico e da Mata Atlântica. O primeiro, apesar de não ter sido muito explorado anos atrás como o segundo, vem sendo agora. Isso é devido as ações antropológicas que almejam mais o crescimento econômico do que a preservação de seu patrimônio natural. Como exemplo, tem-se a extração da madeira de lei para a indústria moveleira e o desmatamento precedido de queimadas para liberar a região para a agricultura.        Assim, tem-se  a degradação quase total ou parcial dos biomas brasileiros. De acordo com a revista Superinteressante, o bioma da Mata Atlântica - que foi o primeiro bioma brasileiro a ser explorado com a extração do Pau Brasil em 1500-, perdeu quase que 70% da sua área original. Além disso, essa pesquisa afirma que o país já perdeu mais de 40% de áreas de seus biomas. Visto que foram brutalmente degradados pela ação humana.      Como consequência, há perca de diversas formas de vidas. Com os biomas degradados, principalmente pelo desmatamento e por queimadas, além da perca de boa parte da fauna e flora local , há outros grandes danos. A emissão de gases tóxicos como o gás carbônico e o metano - precurssores do aumento da camada de estufa-, são alguns exemplos. E isso ameça toda forma de vida.       Por conseguinte, medidas que resolvam o impasse são necessárias. O Ministério da Educação, com verbas provindas da Receita Federal, deve criar campanhas e palestras nas escolas. Estas devem disseminar a importância dos biomas e as medidas de se protegê-lo e utilizá-lo de modo autosustentável. Ademais, o Congresso Nacional deve criar ou autorizar leis que infligam sanções mais severas aos que explorarem os biomas de maneira errônea e de modo não autossustentável. Assim, haverá como preservar  e restaurar boa parte dos biomas, os que são os portadores da vida no planeta....