Enviada em: 18/10/2017

O Brasil apresenta em sua composição 6 biomas, cerrado, caatinga, amazônia, mata atlântica, pampa e pantanal. Porém, no período pré colonial, 1500 a 1530, a mata atlântica foi muito explorada com a retirada de Pau Brasil, sendo quase toda erradicada, atualmente apresenta apenas 6% da sua área original. Embora, cada bioma possui sua especifica  importância, é notório que as principais são as riquezas naturais que permitem o sustento da vida, e a contribuição climática.   Primeiramente, as mudanças climáticas coexistem as biodiversidades da flora presente nos biomas, principalmente a amazônia, a qual ajuda a dispersar o calor com a umidade presente em sua floresta. Mas, da mesma forma que contribui é prejudicada, pois, com o aumento incessante do efeito estufa fomenta a savanização do seu território.    Ademais, é valido ressaltar que embora as riquezas naturais permitam o sustento, elas juntamente com o efeito estufa, o desmatamento e a exploração de madeira em larga escala contribuem para a savanização. Pois, a fauna e a flora brasileira é produto de uma cultura capitalista que visa apenas o econômico sem conciliar com o sustentável.  Portanto, para o equilíbrio da vida não só no Brasil, mas em todo o planeta é necessário a preservação dos biomas. Para tanto, em primeiro lugar é imprescindível que o governo crie leis ambientais severas, aumentando o número de áreas de proteção e erradicando a exploração excessiva dos recursos minerais. Em segundo, a mídia pode contribuir na conscientização social, promovendo propagandas de grande impacto em relação a savanização  da amazônia. Por fim, as escolas devem participar e promover projetos ambientais que conscientize as crianças desde cedo, através de aulas práticas com a natureza, mostrando sua importância....