Envie sua redação para correção
    ''Os jogo de azar são indecentes para os medíocres, o adultério também''. Essa frase é de Décimo Juvenal - grande poeta e retórico romano. Entretanto, mesmo com todo o desenvolvimento social e tecnológico presente, existem pessoas que são demasiadamente contra os jogos de aposta, os quais já são legalizados, e até mesmo comuns, nos países desenvolvidos. Nesse sentido, percebe-se uma aura de preconceito e ignorância em torno dos cassinos, bingos, jogos do bicho, entre outros.
     Em primeiro lugar, é importante salientar que os embates contra os jogos apostados no Brasil são totalmente ilógicos e cheios de achismos, até mesmo porque a Mega-Sena - jogo tão popular e disseminado entre os brasileiros - não passa de, também, um jogo de azar como qualquer outro. Segundo o G1 (portal de notícias online da Globo), somente os cassinos, nos EUA, geram mais de 1,7 milhões de empregos e movimentam mais de 240 bilhões de dólares. Torna-se claro, à vista disso, que o Brasil está deixando de obter elevado lucro e geração de empregos simplesmente por irracionalidades e pontos de vista preconceituosos.
     Ademais, outro grande fomentador dessa problemática é a pressão feita por setores ligados ao tráfico, ao terrorismo, e a outros jogos ilegais, os quais se sentem enormemente ameaçados e expostos com a legalização dos jogos de azar. De fato, como aponta a revista Veja, com a descriminalização dos entretenimentos de aposta, os jogos ilegais irão perder 75% de sua renda em até dois anos. Dessa maneira, são explícitos os benefícios, em curto e longo prazo, que esses jogos irão proporcionar.
     Fica evidente, portanto, que a legalização dos jogos de aposta é de grande relevância no Brasil. Nesse sentido, faz-se necessário que o Ministério do Turismo legalize os jogos de azar, criando leis específicas e sistemas de fiscalização, para que esse entretenimento seja regrado e traga muitos benefícios econômicos para o Brasil. Além disso, é preciso que a mídia denuncie todo tipo de pressão corrupta vinda do mundo do tráfico e de outros aspectos ilegais. Só assim, a frase de Juvenal será enaltecida.