Envie sua redação para correção
    A criação das cidades foi resultado de uma união,as sociedades surgiram através do conceito família, o que unia a população, dessa união acabou-se gerando inovação e problemas.Diante disso,para resolver tantos embates consequentes dessa aglomeração foram criados leis para tentar minimizar problemas e a melhorar a mobilidade juntamento com direitos de cada cidadão. A mobilidade nas cidades brasileiras foi se reinventando nos últimos anos, porém a falta de planejamento na maioria das cidades ainda causam embates,principalmente voltados a mobilidade.  
         Na época do homem pré-histórico a única coisa que os unia era o conceito família,isso influenciou o homem a procurar meios para viver em um só lugar,uma vez que o homem pré-histórico era nômade.A criação da agricultura,da caça e da pesca trouxe essa possibilidade, que a partir dali passou ao sedentarismo e a viver em sociedade.Essas civilizações mais antigas trouxeram tanta inovação e modernidade para a determinada época, que hoje ainda é reconhecida tais inovações como importantes e inevitáveis.Os problemas de violência,saneamento e mobilidade urbana eram reconhecidos antigamente,podem não ser no mesmo nível que nos dias de hoje,porém ambas as sociedade precisaram criar leis para regulamentar o comportamento em sociedade. 
          Muitas das questões da mobilidade urbana no Brasil surgi porque a maioria das cidades brasileiras não foram planejadas,diante disso é notável a diferença entre cidades como Brasilia  e o Rio de Janeiro, o planejamento da cidade dos candangos mostra a magnitude de problemas que o Rio de janeiro enfrenta em relação a Brasilia, outra comparação é a cidade de Brasilia e Salvador, ambas foram planejadas,porém esse contraste mostra o planejamento mais antigo expressado pela capital baiana e o planejamento mais moderno da capital do Brasil. A surpresa da criação e a grande população que vive espalhadas pelas metrópoles brasileiras sugerem que muito desses lugares sofrem com violência urbana por conta da pobreza e drogas , falta da mobilidade e  saneamento   consequêntes do não planejamento,mas das cidades surpresas, que acabaram crescendo ao longo dos tempos no mesmo ritmo da população e economia brasileira.
         Em síntese geral o problema da mobilidade urbana no Brasil é visto como falta de planejamento na criação das cidades,afetando no cotidiano das pessoas, no trânsito,nos rompimentos, transporte, violência e saneamento.O Ministério de Planejamento juntamente com os governos estaduais precisa criar mecanismos para minimizar essa falta,abrindo um projeto que tenha como objetivo regular e concertar as falhas de cada cidade, principalmente as metrópoles,assim concertando erros que podem mudar a vida de um país para melhorar o cotidiano da população .