A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    A falta de mobilidade urbana é um problema recorrente na história do Brasil. Grandes cidades como São Paulo ou Rio de Janeiro, cresceram ao acaso, e a falta de planejamento somada com o crescimento populacional sem controle do estado, resultam em cidades com altas taxas de densidade demográfica, destarte a isso, surgem problemas como a sobrecarga na prestação de serviços públicos e no grande número de veículos nas ruas.
       Nos anos de 1930 a 1940, o Brasil estava passando pelo governo de Getúlio Vargas, em tal época o setor industrial que era raramente visado em décadas anteriores, foi amplamente estimulado. Principalmente nas regiões Sul e Sudeste do país. Esses acontecimentos despertaram um fascínio aos nordestinos: que buscavam melhores condições de vida. De modo que se proporcionou-se o êxodo rural.
        De certo á expansão desenfreada da população causou o sobrepeso de serviços públicos como: As super lotações em ônibus e metrôs, e ainda têm-se os grandes números de veículos circulando nas ruas, os mesmos produzem diversos gases poluentes e prejudiciais á atmosfera e a população, por fim ainda são responsáveis por exacerbados engarrafamentos.
         À luz dessas considerações é necessário que o Estado aumente as frotas de transporte coletivo, e crie campanhas publicitárias incentivando a população a reduzir o uso de veículos poluentes como: carros, e que mostre meios sustentáveis por exemplo as bicicletas como uma forma de se locomover dentro das vias da cidade.