A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Os carros e os tamanhos das ruas são desproporcionais, logo, emergem exorbitantes trânsitos caóticos em meio aos grandes centros populacionais brasileiros nos quais estão inseridos em um contexto de irresponsabilidade por parte dos cidadãos e do Estado. Tais elementos, possuem crucial importância na mobilidade urbana no Brasil, pois, percebe-se as consequências da individualização automobilística na sociedade contemporânea por parte das massas, e a falta de investimentos advindos do governo para progressão logística equilibrada no tráfego de veículos.
        Os cidadãos, estão cada vez mais egoístas, consumistas e individualistas. Isto é um fato comprovado pelas inúmeras linhas de raciocínio que partem do pressuposto da natureza humana. O ser humano, naturalmente, de acordo com o princípio da depravação total, derivada do pensamento de Agostinho de Hipona, é mal, logo, é procedente os inúmeros problemas por parte dos cidadãos como: o egoísmo, a negligência com a natureza, as brigas de trânsito e as não-colaborações de indivíduos para uma melhor mobilidade urbana.
           Por conseguinte, o Estado também é afetado por este princípio e diversos âmbitos demagógicos são assegurados, tais como: a falta de investimento público em decorrência da ganância, a ignorância como fruto da pseudo-intelectualidade que age por instinto em destruir a inteligência original, a doutrinação, a dominação e por destaque, a falta de dinheiro causada pela "implacável" corrupção.
           Os cidadãos e o Estado detém função importante no problema da mobilidade urbana. Tal questão cessará apenas com a atenuação dos aspectos negativos inerentes ao caráter humano por meio da educação, exercida pelos intelectuais e conscientizados, da moral e da inteligência e sabedoria aplicadas na prática. Com tal feito, os indivíduos retirarão a primazia de todos os defeitos inerentes ao caráter humano anteriormente delineados, resultando em pessoas benevolentes nas quais aplicarão e aceitarão o fim do problema da mobilidade urbana com irrefutável êxito.