A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Mobilidade urbana é tudo que diz respeito a movimentação de pessoas e veículos, em determinado espaço. Mas no contexto social vigente é notório que grande parte das cidades brasileiras enfrentam problemas em assegurar um deslocamento de qualidade. Sendo assim, cabe analisar as causas, consequências e possível solução para tal problemática.
         Em primeiro plano, pode-se ressaltar a herança histórica da politica rodoviarista como motivação para tal situação. Segundo o ex-presidente Washington Luís, governar é abrir estradas, o que evidencia as medidas que privilegiaram transporte rodoviário em detrimento do ferroviário. Fato esse, que acarretou a superlotação das autovias e a não contemplação de modais em potência para o país. Além disso também destaca-se o aumento de renda do brasileiro e a má qualidade do transporte públicos como agravantes para tal conjuntura. Sendo assim, verifica-se um trânsito caótico como legado desse contexto.
          Em consequência disso, ouve um aumento significativo no tempo de deslocamento. Consoante o Jornal Nexo, cerca de 17 milhões de brasileiros levam cerca de 2h para chegarem ao trabalho, devido a engarrafamentos e ao transportes publicos sucateados. Reflexo de cidades mal planejada, superlotadas e a falta de investimento público em transportes alternativos. 
        Entende-se, portanto, que a mobilidade urbana confere um grave problemas para o cotidiano do Brasil. Portanto, cabe ao Governo Federal investir na melhoria do transporte público e na diversificação de modais, através da ampliação de ciclovias, ferrovias e hidrovias. Por fim, também é interessante que o Governo Federal aliado a mídia invistam em campanhas visando a carona solidária, de forma que pessoas com trajetos parecido utilizem o mesmo veículo, com o intuito de diminuir a frota, atenuando essa problemática.