A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    Em 1950, o ex Presidente Juscelino Kubitschek colocou como lema de seu governo "cinquenta anos em cinco", em que seu alvo era aumentar a construção de rodovias e industrias automobilísticas. Na contemporaneidade, o lema que era para ser beneficente, tem seu objetivo controvertido, gerando precariedade na mobilidade urbana devido a infraestrutura do transporte público e do êxodo rural.
          Inicialmente, é indubitável que a majoritária sociedade hodierna tem seus sonhos baseados no contexto capitalista. Dados do G1 afirmam que no Brasil há 4 automóveis para cada habitante. Seguindo esse raciocínio, Por que ter mais veículos que pessoas? Vale concluir que os transportes públicos são precários tanto no sentido conforto quanto na segurança, exercendo na população a impulsão por uma melhor qualidade de vida. Atrelado a isso, a população começa a sofrer com o aumento da poluição e "lerdeza" nos trânsitos.
          Ademais, vale salientar como impulsionador do problema o descaso do governo com a população rural. É devido a isso que há ascendência de pessoas saindo da zona rural para a urbana. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) diz que de 2000 a 2010, 2 milhões de pessoas praticaram o êxodo rural. Nesse sentido, aumenta o número de automóveis nas grandes metrópoles e diminui a qualidade de vida. Por exemplo, uma  cidade que era pra comportar determinado número de automóveis e habitantes, acaba comportando mais do que devia.
          Portanto, medidas são necessárias para deslindar a precariedade da mobilidade urbana. Nessa perspectiva, o Ministério do trasporte e das cidades devem ampliar as calçadas para pedestres e ciclistas e  melhorar a iluminação, assim como também deve promover uma melhoria nos transportes públicos, colocando ar- condicionado e sinto de segurança, em especial nos ônibus nas grandes metrópoles. Por meio do envio de verbas, para que decorrente de processos futuros a população desfrute da qualidade do transporte público, e de uma melhor qualidade de vida.