A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    No cenário de superlotação das metrópoles, um problema bem evidente é a questão da mobilidade urbana, ou seja, é evidente que muitas pessoas acumuladas em um mesmo local e todas querendo se locomover nos mesmos horários, os ditos "horários de pico" acaba por gerar congestionamentos, engarrafamentos e horas perdidas tentando percorrer distancias pequenas.
          O centro deste problema se deve ao fato de que a sociedade se induz à ideia de que ter um meio de transporte privado é melhor e, por causa da alta população nos centros urbanos, um excesso de carros é gerado e, juntamente com o mau planejamento que existe nas estradas, é inevitável um transtorno.
    
          Segundo o site "Toda Matéria" na cidade de São Paulo, 5 milhões de pessoas viajam diariamente em ônibus, enquanto 4 milhões utilizam o metrô. A cidade conta com uma frota de quase 7 milhões de veículos privados.
    
          Se esse numero de pessoas que utilizam de meios de transporte privado fosse reduzido e, o governo se empenhasse em melhor as estruturas publicas e o planejamento das mesmas, seria possível reduzir a demora encontrada em ir da casa para o trabalho, escola ou outros. Portanto, o estado deve se empenhar em criar campanhas e projetos que incentivem as pessoas a utilizarem mais os meios de transporte publico que o estado, por sua vez, deve melhorar.