A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    As dificuldades de locomoção popular por meio de transporte público se mostram cada vez mais intensas no cotidiano. A superlotação de ônibus e trens ocasionam desconforto e fazem com que as pessoas que dependem dos mesmos não se sintam seguras, já que este se torna um ambiente propício para crimes, dentre eles assaltos e assédio.
          De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, ocorrem, em média, 186 casos de roubo em ônibus por mês no Distrito Federal, índice que gera a preferência por carros da população.
             Essa preferência pelo transporte privado  causa um problema para o meio ambiente e para a sociedade, já que a quantidade de automóveis presentes nas ruas é muito grande, dificultando, assim, a locomoção, principalmente em alguns horários, como os comerciais - quando as empresas abrem e fecham e ao meio dia.
              Uma maneira de evitar essa superlotação seria o uso das ciclovias, dessa forma, haveria uma diminuição da poluição causada pelos carros, além de propiciar uma vida mais saudável e reduzir a marginalidade. Entretanto, para que isso se torne possível, é preciso que sejam construídas mais rodovias, alem de uma maior produção de bicicletas.