A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    O tráfego de pessoas nas cidades brasileiras aumentou com o passar dos anos e com isso iniciou-se os problemas de mobilidade urbana.Na antiguidade,a população optava por meios de transportes públicos ou locomoviam-se a pé,mas,no cenário atual,os carros estão sendo a escolha da maioria dos habitantes brasileiros.
     Em princípio,ocorreu o êxodo rural,ou seja,os moradores do campo mudaram-se para as cidades em busca de melhor qualidade de vida,uma vez que nas cidades estavam surgindo as indústrias decorrentes das Revoluções Industriais,disponibilizando empregos.Dessa forma,o fluxo de pessoas aumentou e essas adquiriram veículos particulares em busca de conforto e segurança,descartando o uso dos meios de transportes públicos devido a insuficiência de investimentos nesse setor,sendo assim,a frota de automóveis dobrou nos últimos dez anos,segundo o Observatório das Metrópoles e isso dificulta a mobilidade dos indivíduos nesses espaços.
     Ademais,o presidente Juselino Kubitschek,com o seu Plano de Metas, interligou as cidades brasileiras por meio de rodovias o que ocasionou o  engrandecimento do transporte individual,pelo fato de ele ter sido fomentador da implementação das empresas automobilísticas no Brasil.Contudo,os seus resultados são notórios nos congestionamentos das cidades,principalmente na hora do rush -momento em que os habitantes estão indo ou voltando do trabalho- e de acordo com o jornal "O Globo",os paulistanos gatam 45 dias do ano presos no trânsito,reiterando a diminuição da qualidade de vida proporcionada pela má mobilidade urbana.
     Portanto,é necessário que as prefeituras -órgão responsável por cada cidade do Brasil- invistam nos transportes públicos,deixando-os mais seguros e confortáveis para que as pessoas optam por esses,como também,disponibilizarem transportes alternativos.Além disso,devem elaborar projetos com intuito de incentivar os cidadãos a utilizarem bicicletas e patinetes, a fim de diminuir a tráfego de carros nas áreas urbanas e também a emissão de gases poluentes na atmosfera.