A mobilidade urbana no Brasil

Envie sua redação para correção
    A questão de mobilidade urbana é de suma importância no Brasil e no mundo, responsável por movimentar (literalmente) e mover a sociedade. A necessidade de nos deslocarmos diariamente, seja para escola, trabalho, ou locais para alimentação ou lazer coloca à prova que devemos valorizar as formas de deslocamento urbano. Entretanto, engarrafamentos, falta de fluidez no trânsito, vias em péssimas condições, tornam cada vez mais difícil a mobilidade no Brasil, portanto, devemos criar ferramentas para melhorar o tal problema que enfrentamos e darmos continuação ao progresso social.
      Frequentemente vemos o trânsito parado nas grandes metrópoles durante o horário de pico, ao averiguar que grande parte dos envolvidos são veículos de uso particular, depreende-se que há uma necessidade de diminuir tal tipo de automóveis, como por exemplo o rodízio de placas, implementado há alguns anos na cidade de São Paulo, ou também incentivar que usufruam mais do transporte coletivo, atrelado a melhorias, provindas por parte do governo, na cota de veículos atuantes e em sua estrutura.
      Não precisamos nos prendermos à automóveis, também há outros meios de transportes, como por exemplo a bicicleta, que além de evitar o fluxo intenso de carros e motos, é um meio sustentável e não agressor do ambiente. Recentemente, cada vez mais há o aumento da acessibilidade para ciclistas, com a implementação de ciclovias, no entanto, em muitas cidades é observado tais faixas especiais apenas nos locais de maior tráfego, deixando de existir em zonas periféricas ou menos movimentadas, portanto, o acesso precisa ser garantido no espaço mais amplo possível.
      Em virtude dos fatos mencionados, entende-se que, para gerarmos uma mobilidade urbana de qualidade no Brasil, pode ser feitos: aumento na implementação do rodízio de placas nos grandes centros atrelado a um maior incentivo e investimento no transporte público brasileiro, pois dessa forma estaríamos evitando um maior contingente de automóveis nas vias urbanas, e também pode ser feito campanhas incentivadoras do uso da bicicleta e junto, deve ser investido mais na construção de ciclovias para uma maior segurança dos ciclistas.