Enviada em: 16/06/2019

Mulher Brasileira: Os Desafios no Mercado de Trabalho                    Desde o avanço da Revolução Industrial e dos ideais humanistas que valorizam a dignidade humana no trabalho, tem evoluído a participação feminina no mercado de trabalho. Entretanto, atualmente existem desafios a serem vencidos, como as desigualdades entre homens e mulheres, no tocante à remuneração recebida, entre outros fatores.                 Segundo a Organização Internacional do Trabalho, tem crescido a participação feminina no mercado de trabalho (48,5% de participação) contudo, a disparidade entre homens e mulheres continua alta. Apesar dos avanços conquistados, com relação a desigualdade de gênero, nos dias de hoje, está presente a discriminação das mulheres. Este fato é visto em nossa sociedade, devido a fatores culturais e sociais.                 Diversas conquistas foram alcançadas pelas mulheres, como a emancipação feminina no mercado de trabalho e o direito a educação. Porém, existe crescente desigualdade entre homens e mulheres, em relação a qualidade de trabalho e oportunidade de emprego. Debora Greenfileld ( diretora da Organização Internacional do Trabalho) afirma: ''Apesar dos avanços conquistados e dos compromissos assumidos, para continuar progredindo, as perspectivas das mulheres no mundo de trabalho estão longe de ser iguais às dos homens''.                         Em nossa sociedade contemporânea é necessário para uma nação progredir no âmbito trabalhista, não haver parcialidade ou favoritismo entre um gênero e outro, sendo homens e mulheres considerados iguais. No trabalho deveria haver a ''Meritocracia'', isto é, cada indivíduo ser julgado pela competência, eficiência e méritos pessoais, sendo assim, a situação do trabalho no Brasil poderia ser um dia justa e igualitária.