Enviada em: 28/06/2019

Igualdade entre generos       A partir da década de 70, as mulheres começaram a sair para o mercado de trabalho, seja por conta da revolução feminina, com a famosa queima do sutiã, ou para complementar a renda familiar.       Segundo a Constituição Federal "todos são iguais perante a lei", no entanto não é isso que vemos na prática. Mesmo após 50 anos de história de mulheres no mercado de trabalho, não são oferecidas as mesmas oportunidades de emprego e salários.       De acordo com pesquisa da Catho, a diferença salarial entre os gêneros ainda existe, para o mesmo cargo os homens ganham cerca de 30% a mais que mulheres.       Essa semana, em meados da Copa do Mundo de futebol feminino, a jogadora  brasileira Marta nº1 do mundo, exibiu uma chuteira azul e rosa ao marcar um gol, e se pronunciou em relação a diferença salarial entre os gêneros.       Levando em consideração as informações apresentadas acima, o Governo deveria impor punições  mas graves a aqueles que transgredirem a lei, a qual diz que uma mulher e um homem na mesma posição em uma empresa devem receber o mesmo salário e devem ser submetidos a condições igualitárias.