A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    É possível afirmar que as doenças mentais no Brasil abrange um numero grande de pessoas, uma vez que a população sofre com a falta de investimento do SUS ( Sistema Único de Saúde ). Nesse sentido, percebe-se que o governo e seus órgãos responsáveis não estão debatendo o suficiente sobre essas doenças. Não só a falta de atenção do governo mas também a falta de cobrança das pessoas nas prefeituras por tratamento adequado, causa esse alto numero de casos de doenças mentais.
              O Sistema Único de Saúde é responsável pelos diversos tratamentos médicos públicos. Segundo estatísticas, dados de pesquisas realizada pela revista "Veja", revelam que mais de 75% das pessoas que utilizam o "SUS" para consultas agendadas, exames e tratamentos de doenças mentais chegam a ficarem meses esperando para utilizar o recurso. Torna-se claro, nesse sentido que a falta de investimento nesse programa é o principal fator de agravamento e o aumento de numeros de pessoas com doenças mentais.
              Ademais, poucos conhecem seus direitos como cidadão. De fato, a maioria dos prefeitos e vereadores possui altos salários e são corruptos. Com isso, a população quando precisa fazer um tratamento mental a prefeitura não tem recurso ou médicos especializados por falta de verbas.
          Fica evidente, portanto, que as doenças mentais requer atenção. Nesse sentido, faz se necessário uma reforma no "SUS" pelo governo, onde o dinheiro é vigiado para evitar desvios, cada cidade deve possuir especialistas no tratamento de doenças mentais de acordo com a demanda do numero de habitantes doentes. Além disso, os órgãos responsáveis pelos direitos humanos, deve incentivar a população por meio de redes sociais ou jornais a cobrar uma redução significativa do salários dos prefeitos e vereadores para investimentos na saúde.