A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Após a segunda guerra-mundial, a Organização Mundial de Saúde ampliou o conceito de saúde para um estado de completo bem-estar físico,mental e social.Mas, chega ser utópico imaginar um mundo, onde todos vivem dessa maneira.Visto que, nos dias atuais  as pessoas se submetem a um modelo de vida exigente e desgastante, influenciando diretamente na origem de doenças e transtornos mentais. a estimativa é de que 20 milhões de cidadãos brasileiros são vítimas disso e não recebem tratamentos adequados.
     Nesse sentido, da grande parte de indivíduos que sofrem de distúrbios mentais, apenas 15% a 25%  recebem tratamentos adequados. Entretanto, os demais que não possuem condições favoráveis para custear o pagamento das consultas, então. Ficam na dependência do estado, a espera de uma medida que atenda à essa população que é parcialmente de classe baixa. Aliás, negligencia isso, é prorrogar o preconceito que esses seres sofre por parte da sociedade que considera a anomalia motivos de caçoações, pois, seria uma falácia negar a inexistência do tal
     Além disso, funcionários de diversas empresas, infelizmente, possuem rotinas desgastantes, chegando até mesmo a  cumprir seus serviços fora do horário de expediente. Uma pessoa que dispensa o lazer, e descanso acaba gerando um stress que vai se acumulando no seu interior. Este então pode desencadear o transtorno explosivo intermitente(TEI), isto é, sujeitos que não gerenciam seus impulsos agressivos, mas, após esvaziá-los é comum sentir arrependimentos, esse tem sido um dos maiores motivos que tem ocasionado o afastamento de trabalhadores pelas empresas.
     Portanto, medidas por parte da sociedade como protestos pacíficos devem ser feitos a fim de pressionar o governo a atender os interesses do povo, promovendo melhorias nos serviços de saúde pública, e leis para a criação de centro de atenção para psicossocial(CAPS). como também maior fiscalização nas empresas. Atendendo assim o bem-estar social, de todos.