A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Deturpação da observação. Uma miopia social. Nesse contexto é como vem sendo visto os transtornos mentais, cada vez mais frequentes no século XXI.
     A necessidade de se abrir o leque de informações para as doenças mentais emana diariamente, seja através das mídias televisivas como novela que apresentou um protagonista com esquizofrenia e na internet.  Vemos casos de: textos de despedida publicados no perfil do ''Face Book'' por exemplo. A depressão é considerada a principal , dentre os demais transtornos psicológicos. Dita muitas vezes como a ''doença do século''.
     Em composição a esse tema, pode-se dizer que: de uma em cada três famílias, um membro sofra de algum transtorno psicológico, seja ele de grau menor ou maior. O cérebro funciona como o motor de um carro, se começar a apresentar problemas é necessário procurar ajuda sem sentir medo ou vergonha.
      Há ainda o preconceito relacionado com as doenças mentais e por esse motivo a necessidade de se procurar conhecimentos sobre o assunto, pois a chave que abre o cadeado do preconceito é a informação.
     É indispensável portanto, que medidas sejas tomadas para se resolver o impasse. Diante disso é preciso que se tenha investimentos em Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) por parte do Estado, buscando que cada município execute medidas de apoio para essas pessoas, como consultas gratuitas com profissionais da área, programas acolhedores que podem levar o titulo de '' Você não está sozinho nessa, estamos com você'' por exemplo. E vale ser ratificado que a Lei Paulo Delgado como é conhecida seja regulamentada pelo legislativo, pois é papel do Estado garantir o direito a saúde e o acesso a recuperação.