Envie sua redação para correção
    A sociedade hodierna, tem levado um modo de vida cada vez mais acelerado, com uma rotina estressante e excesso de trabalho, com toda essa correria a população, tem esquecido do cuidado que é preciso ter com a saúde mental e piscicológica. Com isso, o número de pessoas que sofrem com algum tipo de distúrbio mental e não buscam por auxilio médico é alto, muitas vezes, não é dada a devida atenção aos casos de ansiedade e baixa auto-estima, fatores esses que podem desencadear distúrbios mentais no futuro. Sendo assim, é fundamental que as donças pisquicas alcaçem certa visibilidade através de debates e sejam combatidas de forma eficiente.
      É indubitável que o sofrimento psicológico está relacionado com o meio social no qual individúo esta inserido e a cultura do seu tempo. Prova disso, é que nos dias de hoje o número de pessoas que sofrem de depressão, transtornos de personalidade e crises de ansiedade é realmente alto, sendo a depressão uma das principais causas de invalidez mundial. Ademais, as doenças mentais geram outros diversos problemas sociais,um deles é o aumento dos casos de suicídio entre jovens brasileiros, que em muitos casos sofrem silenciosamente com os seus transtornos mentais. Portanto,a preciso que o assunto seja colocando como prioriadade pela sociedade e pelas autoridades, tendo em vista que hodiernamente as pessoas se preocupam tanto com a estética e com a corerria do cotidiano que se esquecem da saúde mental.
      Outrossim, existem uma série de tabus em torno das doenças mentais, pois muitos ainda possuem uma visão retrógada e as classificam como "perigosas", "anomôlas" e como sinônimo de "loucura". Tal maneira de pensar, reflete muito na dificuldade que cada pessoa tem de reconhecer quando sofre de alguma patologia psiquica e de buscar ajuda para amenizar ou sanar esses transtornos. Por isso, é preciso que a sociedade tenha ciência da proporção dessa problematica, tendo em vista que , atualmente, cerca de 20% da população mundial sofre de depressão e essa pode ser considerada como o "Mal do século XXI". 
      Portanto, é necessário que sejam tomadas providências para que o debate em torno das doenças mentais ocorra sem pre conceitos. Para isso, é essencial a ação do governo que deve promover campanhas e conversas com profissionais especializados, buscando garantir que essas patologias sejam vistas e aceitas. Além disso, será fundamental o papel das escolas, que deve, desde as seriés iniciais, ensinar a importância de cuidar da mente de forma ditadica, livrando essa geraçao do tabu sobre os transtornos mentais. Por fim, a sociedade deve reconhecer esse entrave e debate-lo de forma eficiente podendo amenizar o sofrimento dos que enfrentam tais doenças.