A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Desde o começo do século 20, os tipos de doenças mentais começaram a ser estudados por especialistas. No entanto o distúrbio mental é um problema muito presente que afeta milhões de pessoas em todo mundo, e que tem uma alta probabilidade de se ampliar. 
    Neste cenário, inúmeros casos são tratados com especialistas na área com o intuito de se agravar com essa situação tão precária. A falta de um tratamento plausível está em falta, e consequentemente isso leva ao pior para o individuo. O portador da doença tem o direito de receber cuidado e proteção, tanto da família quanto do Estado. 
     O Brasil está passando por um caos quando se trata de saúde, no qual muitos saem prejudicados, e na maioria das vezes levam a morte por conta dessa falta de recurso. 
     Portanto, a falta de pecúlio no ambiente da saúde é algo preocupante, visto na estatística que só se amplia o número de doentes. O Estado tem como o dever investir em melhores atendimentos voltados ao público portador desse transtorno, e tanto a psicologia e psiquiatria deveriam pesquisar métodos de como amenizar tais situações. O Brasil é um país rico de corpo e alma, o que só falta é uma boa administração.