Envie sua redação para correção
    Arte, sociedade e família 
       Há uma necessidade de debater assuntos relacionados ao ambiente social - como a família e a sociedade - em que pessoas com distúrbios e doenças mentais vivem. Isso implica, também, na melhoria de alguns métodos utilizados.
       Distúrbios podem surgir devido ao ambiente em que se vive - além das discrepâncias hormonais - como ansiedades e crises de pânico. Segundo o psiquiatra Augusto Cury, a necessidade do imediatismo e a vida acelerada do cotidiano pode afetar a memória e causar crises de ansiedade. Devido a presença do imediatismo e padrões sociais na população contemporânea, a ansiedade e a depressão atingem as pessoas - demonstrando assim , a importância da discussão do assunto.
       Métodos dinâmicos são interessantes para auxiliar no tratamento de doenças mentais. Nise da Silveira - a mulher que revolucionou a história da medicina psiquiátrica - utilizava da arte, como a música e artes plásticas para estimular e acalmar seus pacientes, substituindo métodos dolorosos como o tratamento de choque. Assim também fazia o artista do pós - impressionismo , Vincent Van Gogh - que usava a arte para expressar seus sentimentos e acalmar a mente, pois ele tinha alguns problemas psicológicos .
       O uso da expressão artística como auxílio de tratamento, o apoio familiar e a influência da sociedade, portanto, devem ser discutidas de forma cética. Para isso, as mídias e o apoio do Ministério da Saúde, devem levantar o assunto e massifica-lo em todas os meios de comunicações. Assim como também , disponibilizar livros e palestras nas redes sociais e nos endereços de comunicações mais visitados na internet .