Envie sua redação para correção
    Os males sempre estiveram presentes na história da raça humana. Já passamos por grandes doenças que assombravam a população e com êxito vencemos. Porém na atual história um dos maiores desafio é debater sobre as doenças mentais.
        É pertinente elencar que mais de 400 milhões de pessoas sofrem dessas doenças, e apenar cerca de 25% tem tratamento adequando. A necessidade que haja maiores discussões sobre o assunto é primordial para que possamos quebrar alguns tabus da sociedade. A falta de conhecimento por parte da sociedade acaba ocasionando preconceitos, aliados a falta e/ou dificuldade em ter acesso ao tratamento agrava ainda mais a situação daqueles que já estão sofrendo.     
        As dificuldades, que se somam ás desigualdades que essa parte da população sofre, somam as estigmas sociais. Isso vitimiza essa parcela e seus familiares que também sofrem junto os efeitos desse isolamento social. Pessoas que poderiam estar reabilitados, porém, por falta de politicas públicas ainda carregam esse peso. Dentre as doenças mentais podemos citar as mais comuns que são a depressão, ansiedade, esquizofrenia e pânico. 
         Como dizia Paulo Freire:" O que é intolerância? É a incapacidade de conviver com o diferente". Essa frase traduz simplesmente a necessidade de debater sobre as doenças mentais. Pra reverter essa problemática cabe desde a ONU até as ONGs apoiar e promover esses direitos. Cabe á sociedade civil e jurídica apoiar a igualdade, e cobrar melhores tratamentos e apoio capacitado, e principalmente as familias que possuem pessoas especiais procurar uma primeira assistência nos Caps e centros de apoio as famílias mais proximo.