Envie sua redação para correção
    Problemas como depressão e ansiedade encontram lugar no quadro de "novas doenças",pois o homem moderno encontra-se cada vez mais influenciado pela competitividade do ambiente atual.Fatores como estresse,má alimentação e poucas horas de sono,direcionam cada vez mais o individuo a desbalanços neuroendocrinológicos,aumentando a disposição a tais problemas.Unindo-se a baixa efetividade dos tratamentos convencionais,o quadro torna-se critico.
          O direito a isonomia social,são cláusulas pétreas da constituição,porém nem sempre isso é respeitado.A dificuldade de pessoas com problemas mentais serem incluídos no ambiente escolar é um problema,pois professores em escolas mais acessíveis não possuem treinamento adequado para o tal,influenciando diretamente na falta de qualificação profissional e o posterior desemprego.
          O ambiente atual requer do indivíduo,alta capacidade em varias áreas ao mesmo tempo,fazendo com que ele se sinta pressionado,o que gera problemas como ansiedade que quando não tratada cresce exponencialmente,podendo tornar-se mais grave até um posterior caso de depressão profunda. 
           Problemas psiquiátricos -a nível biológico-são causados basicamente por desbalanceamento de neurotransmissores como dopamina e serotonina,por isso, metodologias de cura aplicadas atualmente não são eficientes,pois somente aumentam a quantidade dessas moléculas,quando deveriam fazer modulação. 
      Com o atual aumento de transtornos psiquiátricos é indispensável,portanto,que:empresas com grande ambiente competitivo inclua na grade treinamentos de relaxamento como  à meditação.O Governo através de laboratórios médicos,pode investir em pesquisa para novas medicações ou cirurgias que altere as áreas cerebrias afetadas.A família tem papel importante no acompanhamento do doente,dando-lhe apoio psicológicos e nova  perspectiva de futuro.