A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Distúrbios mentais são caracterizados como qualquer anormalidade,sofrimento ou comprometimento de ordem psicológica ou mental. Desde modo, percebe-se, que é necessário o seu amplo debate na sociedade, visto que, nesse contexto, há dois fatores que não podem ser negligenciados como a falta de tratamento adequado e a falta de estrutura para o atendimento desses pacientes. 
     Em primeira análise, cabe pontuar que hoje as doenças mentais são tidas como um problema de ordem social que mais atinge a população Mundial, sendo que o fator que mais contribui para esse problema é a falta de tratamento apropriado, visto que, a maioria só procura ajuda profissional quando os sintomas já estão em estado avançado. 
       Ademais, convém frisar que outro fator preponderante se dá pela falta de estrutura tanto física, como multiprofissional. Podemos comprovar isso, com os dados do Ministério da Saúde, onde apontam que há uma má distribuição dos locais existentes para atendimento dos pacientes, sendo que, no Brasil a maioria dos CAPS, estão localizados na região Sudeste e Nordeste, deixando assim as outras regiões com um déficit de assistência aos enfermos. Além disso, segundo esse mesmo relatório a proporção ideal de CAPS para cada habitante, seria de 100 mil habitantes para 0,63 CAPS, porém, há estados que apresentam cobertura de apenas 0,49 CAPS por habitantes. 
       Portanto medidas faz-se necessárias para atenuar a problemática. Sendo indispensável que o Ministério da Saúde em parceria com a mídia, promova campanhas de modo a conscientizar a sociedade da importância do tratamento preventivo e apropriado para os portadores destas moléstias. Em seguida, também é essencial que as secretarias estaduais de saúde, utilizem as verbas recebidas do Ministério da Saúde de forma a melhorar a estrutura que possuem e também que formem equipes multiprofissionais, de modo que haja uma evolução no quadro clinico desses pacientes. Logo, pode-se afirmar,  então que a pátria educadora possui os mecanismos necessários para o debate e melhoria das doenças mentais.