A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Sociedade em busca de ajuda
             
              Os transtornos mentais têm sido alvo de muitas pesquisas e debates desde o século XV, onde essas doenças foram consideradas normais a patológicas. Anteriormente, pessoas que possuíam esses distúrbios eram consideradas loucas, alvos de bruxarias ou doentes, agravando os efeitos e sintomas pela falta de tratamento e informação por parte da sociedade como um todo.
           Na maioria dos casos, essas doenças são causadas pela rotina e pelo estilo de vida dessas próprias pessoas. As diversas preocupações, cobranças por parte da sociedade e o alto estresse dos dias de hoje são os principais motivos para essa afloração de sentimentos conturbados.
            A forma como os pacientes são tratados é a principal preocupação para os centros de pesquisa atualmente; o acorrentamento e o isolamento de pessoas que possuem tais transtornos se mostram ineficientes e são comprovados que muitas vezes podem piorar a situação desse indivíduo, necessitando de novos recursos para o tratamento.
          De acordo com diversas instituições, o fato dos locais como hospitais e asilos (que eram os principais ambientes propícios) terem sido trocados muitas vezes por hospícios e manicômios, mostra esse regresso nos cuidados ao paciente e forma de diminuir esses transtornos, necessitando de uma maior atuação dos profissionais da área médica para evitar esses deslocamentos.
              Por isso, medidas eficientes são necessárias para o combate desses empecilhos. O governo deve propiciar melhorias para indivíduos nessa condição investindo cada vez mais em bons hospitais psiquiátricos e casas de recuperação, além de remédios para tratamentos que já atingiram um nível avançado. Do mesmo modo, profissionais da saúde possuem a obrigação de oferecer o melhor atendimento para esses grupos, visando a melhoria de sintomas e até mesmo a cura total, se dedicando integralmente ao paciente ou de acordo com a necessidade de cada um.