Envie sua redação para correção
    Todos os dias adolescentes cometem atos contra a própria vida por causa da ansiedade e da tensão social. Adultos trancam-se em seus próprios mundos por desenvolver depressão. O uso de medicamentos para tratamentos psicológicos atinge índices exorbitantes. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) em 2030 a depressão matará mais que o câncer. Todavia, todos esses dados e informações não se fazem necessários para que haja um debate social. 
       A tensão causada pelo mundo moderno e pela vida das grandes cidades causam consequências irreversíveis ao ultrapassarem os limites humanos. Doenças mentais são comuns em todas as idades, pois a depressão que anteriormente era considerada uma doença exclusivamente de adultos agora é observada em crianças e sobretudo em adolescentes. Distúrbios de pânico e crises de ansiedade ao se precisar manter interação com um meio. A exemplo: tem-se o ambiente escolar que para alguns jovens torna-se ao invés de um ambiente acolhedor um pesadelo do qual nem todos conseguem chegar ao final. O bulliyng agora é um termo mundialmente conhecido após serem denunciados casos de suicídios causados pela pressão social que existe nas escolas. Ademais, dentre os distúrbios mais conhecidos a depressão é a grande vilã que afeta 300 milhões de pessoas pelo mundo.
         Entretanto, muitos problemas dificultam a resolução do impasse. Muitas famílias, principalmente as que possuem baixa escolaridade, não entendem como funciona a mente e o comportamento daqueles que desenvolvem transtornos psicológicos. Ou seja, o principal núcleo de onde deve vir o apoio necessário para apoiar a melhora do quadro do indivíduo torna-se algo que reprime os sentimentos daqueles que estão sofrendo e esse fato é alarmante pelo fato dos índices estarem crescendo. Na última sexta-feira (31) a Netflix lançou no Brasil uma séria baseada no best-seller de Jay Asher 13 Reasons Why ou Os Treze Porquês que relata a história de Hannah Baker, uma adolescente do ensino médio que suicida-se após sofrer pressão psicológica de boatos pejorativos sobre ela. Essa série alertou muitas pessoas dos perigos e consequências que doenças psicossociais podem causar.
         Portanto, medidas devem ser tomadas. No Brasil existem os Centros de Atenção Psicossocial que auxiliam os casos, porém o atendimento não é tão eficaz pelo grande número de pacientes e poucos médicos. Por isso devem ser disponibilizados pelo Ministério da Saúde além de psicólogos, psicoterapeutas que possam auxiliar na socialização desses indivíduos sem o uso de medicamentos. Assim seria observada diminuição no uso abusivo de drogas. Como também o MEC deve estender o CAPS para dentro das escolas para que seja observado o comportamento de jovens e impedidos casos de depressão e até mesmo de suicídio.