A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Doença mental é o termo que abarca tudo:a clínica,ciência e sociedade.Pode-se afirmar, que esse fato é passível de um estudo profundo.Nesse sentido,alguns fatores são cruciais  para entender melhor essa realidade,não só o registro histórico e atual,como também existem casos de famosos do Brasil que estavam no apogeu da vida e tornou-se depressivos.
     Não se pode negar,que a doença mental parte do princípio de um registro histórico até os dias atuais.Tal fato aconteceu com Alexandre,O Grande,(uns dos maiores conquistadores de territórios de todos os tempos) passou a apresentar sinais de megalomania,transtorno caracterizado por ilusões de enorme poder,onipotência e autoestima exagerada.Hoje "megalomania",não se encontra no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-o termo é considerado um sinônimo "informal" para o transtorno de personalidade narcisista.Quem sofre desse transtorno catalogado apresenta preocupação obsessiva com a maneira como os outros veem e com aspectos que influenciam a sua imagem,como poder,prestígio e aparência.Segundo a pesquisa da ANSA,aponta que 70% dos jovens sofrem de narcisismo,no qual muitos deles possuem pouca empatia e não conseguem compreender os sentimentos alheios da vida.
       É válido notar,que no Brasil,a OMS(Organização Mundial de Saúde) estima que 6% da população nacional seja afetada pela depressão.Tal situação aconteceu com a cantora Paula Fernandes,que aos 18 anos resolveu parar de cantar e entrou em depressão profunda, e ainda completou no portal G1,que  além da depressão,também sentia crises de pânico e o simples barulho de uma sirene já lhe provocava medo.Assim como ela e outras pessoas quando entram em depressão,normalmente,apresentam sintomas,como:perda de interesse em atividades diárias,alterações no sono e humor depressivo durante a maior parte do dia.Como consequência,quando não tratada,ela pode induzir danos cerebrais,físicos e provocar o aumento da mortalidade, através de pensamento de suicídio.
        O governo,portanto,deve não só qualificar e expandir o CAPS(Centro de Atenção Psicossocial)que são instituições destinadas a acolher os pacientes com transtornos mentais,oferecendo-lhes tratamentos médicos e psicológicos com intuito de apoiá-los na busca da autoestima,como também avaliar continuamente todos os hospitais psiquiátricos por meio do Programa Nacional de Avaliação dos Serviços Hospitalares .Os pais,por sua vez,devem manter o controle em supervalorizar os seus filhos,e sim colocarem eles no patamar de igualdade perante aos seus colegas com fito de eles não sentirem sintomas de narcisismo.Além disso,a população pode fazer atos de solidariedade com aqueles depressivos,como:dá apoio durante o processo de tratamento e ajudá-los a manter a sua terapia.