A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    No mundo contemporâneo, mesmo ícones, como Jim Carrey um comediante norte americano, possuem  depressão. Tal fato ocorre, pois o consumismo, a dupla jornada de trabalho e a banalização dos transtornos psíquicos, intensificam o surgimento dessas doenças.
      O lançamento do iPhone 7, fez com que várias pessoas passassem horas em filas para comprar o produto. Situação recorrente, que não ocorre apenas com bens tecnológicos, mas desperta a ansiedade na população, que pode aumentar ao longo do tempo.
      Ademais, com a inserção da mulher no ambiente de trabalho, elas passam a ter jornada dupla, pois grande maioria possui tarefas domésticas. Por consequência, tendem a ficar mais ansiosas ou depressivas, transtornos que se acentuam com fatores hormonais.
      Além do mais, as doenças são vistas como irrelevantes ou são ridicularizadas por aqueles que não as possui. Isso posto, menos pessoas, homens principalmente, buscam por ajuda médica e muitas delas criam uma imagem negativa de tais problemas.
        Assim sendo, a sociedade precisa diminuir a compra compulsiva, para sentir-se bem de fato. Afazeres domésticos devem ser divididos entre aqueles que moram sob o mesmo teto. E a mídia deve levar o tema em discussão para esclarecer a importância das doenças e da procura por  ajudas dos profissionais da saúde.