Envie sua redação para correção
    Saúde mental é,sem dúvida,uma das questões mais importantes e ,ao mesmo tempo, pouco ou mal discutidas na contemporaneidade.O aumento exponencial de pessoas acometidas por psicopatologias divulgado pela OMS(Organização Mundial da Saúde) recentemente revela a grande presença dessa problemática no Brasil e no mundo.Sendo assim,fica evidente a necessidade de uma maior atenção acerca do tema ,haja vista que a própria sociedade atual é fator prepoderante para o crescimento e assiduidade desse drama.
       Em primeiro lugar,vale destacar que muitos dos valores impostos hoje em dia podem desencadear inúmeros distúrbios psicológicos .Isso se dá porque nunca valorizou-se tanto a busca por um padrão irreal de beleza,por sucesso profissional a qualquer custo,enriquecimento material em detrimento do equilíbrio emocional,por exemplo,que juntos ou não geram quadros de ansiedade e stress,principais causadores da depressão.Já o uso frequente da rede virtual conflue para o isolamento social que por sua vez deixa brechas para o desenvolvimento de inúmeras outras doenças psíquicas.
        Além disso,a falta de informação de muitas pessoas piora a situação.A desinformação sobre as doenças mentais,como seus sintomas,ou a  busca de ajuda médica,por exemplo,ainda é grande.Esse fato contribui para que o próprio portador demore a identificar o problema e também por parte de amigos e familiares próximos.Revela-se assim, a urgência de desmistificar o assunto a fim de evitar ideias equivocadas como frases "depressão é frescura" e a busca mais rápida por ajuda profissional adequada.
          Portanto,fica evidente o papel da sociedade como protagonista na persistência do mal em questão.É crucial que cada indivíduo conscientize-se sobre seu bem estar psicológico e volte seu comportamento em busca dele,com a realização de tarefas ao ar livre sempre que possível ,a reflexão das prioridades estabelecidas e dos valores que lhe são impostos atentando sempre ao que é exposto na mídia com o uso da autocrítica.Cabe ao governo através das redes de ensino público e privada realizar atividades com foco no assunto,com palestras que abordem maneiras de prevenir essas doenças, como reconhecê-las e oferecimento de tratamento para aqueles já afetados,o mesmo pode ser feito através das mídias socias em canais da tv aberta e pela internet com publicidade que informe a população em geral.