A necessidade de debater as doenças mentais

Envie sua redação para correção
    Muito se debate, hoje, sobre a necessidade de debater as doenças mentais. É o tipo de doença que mais aumenta no mundo recentemente, a articulação de ideias sobre o problema é uma grande razão para solucionar esse fato. O maior investimento é necessário, ao que aumenta a doença os processos de infraestrutura também devem aumentar.
    Hoje em dia se torna comum quando o assunto é doença mental, porém, o grande problema atualmente é que esse problema não é debatido de maneira clara e eficaz. A depressão, por exemplo, é a mais comum a ter incidência segundo o site: ebc.com.br, 5% nos homens e 10% nas mulheres, a depressão está aliada ao sentimento de tristeza intensa, muitos pacientes acham que a depressão é passageira, e na verdade, é preciso de acompanhamento especial de psicologo e de medicamentos. Cerca de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de algum tipo de transtorno mental, número de pacientes vem aumentando e a estrutura para resolver esse impasse decai, prova disso é numero insuficiente de CAPS( Centro de Atenção Psicossocial), incapaz de atender a todos.
    Fala-se muito em doenças renais, respiratória, vírus, mas quando o assunto é doença mental o problema fica um pouco de lado. Muito se deve ao fato de haver baixo investimento nessa área, o SUS (Sistema Único de Saúde) não possui esse tipo de atendimento em vários lugares. É certo que houve grande investimento, mas os repasses pra uma doença que aumenta cada vez mais de forma gradativa, salienta também de um maior processo infraestrutural. 
    Portanto, cabe a intervenção do Governo na criação de CAPS, maior efetivação de psicólogos e psiquiatras através de políticas públicas, investir também no SUS podendo oferecer esse tipo de serviço, assim como, relevar a importância de discutir a doença e os fatores que ela podem causar, através de palestras em escolas e Universidades manter a população por dentro do assunto, também mais consultas em domicílio para que esse problema seja enfrentado de maneira peculiar.