Envie sua redação para correção
    Doenças mentais são caracterizadas por variedades de condições que afetam o humor, raciocínio e comportamento com causas muitas vezes desconhecidas. Desse modo, estas devem ser levadas com seriedade, pois podem levar até mesmo a morte. Sabe-se que transtornos psicológicos são romantizados pela mídia e em diversas redes sociais nos dias atuais, levando a banalização de diversas doenças.
     O mal do século, como diz Augusto Cury, é o transtorno de ansiedade, este pode ser a porta de entrada para todos os outros transtornos, como a depressão que é tão romantizada e está sendo vista como moda pelos jovens, os quais relacionam tristezas momentâneas à depressão. Outra contribuição é a mídia que faz esta ser vista como uma doença “bela”, “emocionante”, “singela” e “legal”, mas esquecem do que de fato é a depressão, na qual as pessoas nem mesmo conseguem ter animo pra levantar da cama pela falta de perspectiva de vida e sensação de abandono e vazio profundo. 
     Ainda sob essa ótica, pode-se afirmar que outro tipo de transtorno bastante falado atualmente são os transtornos alimentares que englobam a anorexia, bulimia e compulsão alimentar. Estes são muitas vezes oriundos da mídia que impõe padrões de beleza inalcançáveis fazendo pessoas se sentirem excluídas da sociedade, ademais pela ansiedade de sentir culpa por ter comido demais e não ter atendido as suas próprias expectativas dos sacrifícios para se ter um corpo dito perfeito acarretando em diversos problemas mentais. 
     Conclui-se que o Ministério de saúde em conjunto com o de educação deve produzir palestras para uma maior informação sobre os diversos tipos de doenças mentais para isso o governo deve investir em verbas para esses dois ministérios. A mídia também exerce um papel fundamental, na qual pode produzir programas com uma abordagem sobre esse tema mostrando os sintomas a fim de que quem sinta algo próximo possa procurar um atendimento médico.