Envie sua redação para correção
    É possível afirmar que as doenças mentais são problema social, visto que afetam milhões de brasileiros, mas também são consideradas tabu.
    Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) é possível que cerca de 23 milhões de brasileiros tenham transtornos mentais em algum momento da vida. Tal estimativa, apenas reforça a importância das CAPS (Centros de Assistência Psicossocial), que têm por finalidade oferecerem a arteterapia, tratamento feito através da produção de arte e artesanatos para quem sofre. A eficácia do tratamento, foi comprovada com análises na melhora de pacientes num curto espaço de tempo por profissionais numa das CAPS de Fortaleza. Os relatos estão dispostos numa biblioteca online feito por eles chamado Arteterapia como Dispositivo Terapêutico em Saúde Mental. 
    Ademais, está minado em nossa sociedade a psicofobia, termo usado para a estigmatização de doenças mentais. Esse preconceito é dissimulado, majoritariamente, através de esteriótipos que vitimizam os portadores dos transtornos, colocando-os muitas vezes como incapazes e realizar funções comuns. Contradizendo esta ideia está Chico Anysio, que lutava contra a depressão há 24 anos. O humorista seguia o tratamento proposto por psiquiatras aliado aos medicamentos necessários. Dessa forma, a doença não o impediu de levar uma vida normal e de grande prestígio. 
    Logo, o Ministério da Saúde deve ampliar o número das CAPS pelas regiões brasileiras, dessa forma a arteterapia continuará contribuindo para o aumento de autoestima, confiança e expressão de sentimentos, impedindo o agravamento e aumento dos casos. Além disso, o Ministério Público deve fazer campanhas nas escolas para os alunos e pais com o auxílio de profissionais da área de psicologia e psiquiatria afim de  informá-los e conscientizá-los sobre a importância de rematar tal estigma na sociedade. Pois segundo Immanuel Kant, o ser humano é aquilo que a educação faz dele.