Envie sua redação para correção
    O número de pessoas com doenças mentis cresce no mundo todo. Há uma necessidade de debater sobre essas doenças, pois são graves e sérias. Uma delas é a depressão, que se caracteriza como uma doença difícil e debilitante, já que ela mata aumentando o risco de suicídio, derrames, doenças autoimunes e até mesmo o câncer.
     Milhões de brasileiros sofrem de depressão. O Brasil é recordista mundial de transtorno de ansiedade, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mas o país não está preparado para esse número crescente, pois os Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) são mal distribuídos e o números de (CAPs) não são suficientes, tornando difícil o tratamento dessas doenças.
     Outro problema é a banalização dessas doenças, à medida que torna -se 
    comum paginas na internet, como Graduação da Depressão, Futebol da Depressão e muita outras. O uso coloquial cotidiano, humorístico em relação a esses transtornos, banalizam fazendo com que percam a seriedade que elas merecem, de modo que prejudicam o diagnostico e o tratamento dessas doenças. 
     O Ministério da Saúde precisa aumentar o número de (CAPs) e melhorar o atendimento e a distribuição dessas unidades, para um melhor um melhor atendimento a essas pessoas. Educar e informar a população, em escolas e nas redes sociais também é muito importante, para um melhor entendimento desses transtornos.