Envie sua redação para correção
    Revisitando Nelson Rodrigues
          Assim como Claude Lévi-Strauss afirma em pensamento selvagem, em todas as regiões do mundo, cada cultura assume particularidades dentro de seu contexto, apresentando características musicais, artísticas etc. No entanto, o brasileiro, associado com a fama de reverter os problemas em benefício próprio, acaba se anexando ao estereótipo de malandro; o chamado "jeitinho". Cabe, então, analisar as origens e os impactos desse panorama sobre a nossa identidade.
          Em primeiro lugar, é possível estudar as questões diacrônicas desse processo. Nesse aspecto, o Brasil foi, historicamente, moldado por governos despóticos, caracterizados pela alta carga tributária sobre a população. A exemplo, tem-se o caso do "imposto do quinto", durante o período colonial. Com isso, era comum a criação de "medidas alternativas", tais que burlassem esse sistema. Não obstante, essas "medidas" foram enraizadas em nossa cultura, fato que pode ser verificado ao se analisar os inúmeros casos de corrupção e sonegação em nosso país.      
          Devido a isso, é perceptível a criação de uma visão depreciativa de nosso povo. Com efeito, é comum verificar - nas mídias nacionais e internacionais - a relação do brasileiro à cultura da corrupção e da impunidade. Dessa forma, surge o estigma de inferioridade, uma vez que nossa cultura perde valor simbólico e histórico. Assim, torna-se evidente que as ideias do jornalista Nelson Rodrigues se corroboraram, já que, de fato, nos encontramos frente ao complexo do vira-lata. 
          Diante do exposto, fica claro, portanto, que o esterótipo do jeitinho brasileiro deve ser reavaliado em nossa sociedade. Para tanto, é mister que as escolas criem um debate sobre esse assunto com os alunos em sala de aula. Desse modo, com base em aulas de análise de situações cotidianas, será possível apresentar melhor esse conceito e seus impactos, a fim de afastá-lo. Por fim, a realidade proposta por Nelson Rodrigues poderá tomar outras perspectivas, mostrando as faces positivas do Brasil.