A persistência do “jeitinho” na sociedade brasileira.

Envie sua redação para correção
    É cabível afirmar que, o termo ‘’jeitinho brasileiro’’ se refere a ação voluntaria com criatividade, tendo como intuito usar da desonestidade para ganhar favores ou resolver problemas cotidianos. Todavia, tais práticas se configuram devido a raízes historicamente construídas pautadas na corrupção que corroboram para um atraso econômico, político e social do Brasil visto que, se apresenta em vigésimo sexto lugar na pesquisa sobre honestidade realizada em quarenta países, conforme dados do site O GLOBO. 
     Neste âmbito, é válido salientar que a cultura dos ‘’Jeitinhos’’ se configurou de forma marcante no próprio processo de independência do Brasil sendo que, são raras as exceções de países que conseguiram sua independência mantando os privilégios dos antigos colonizadores, além de golpes desnecessários sem razões lógicas. Portanto, é nítido que os fatos históricos influenciam diretamente na conduta corrupta e desonesta do cidadão, além de promover a persistência da instabilidade governamental conforme apresentado pelo site G1 em 2018. 
     Dessa forma, é importante ressaltar que a obra Raízes do Brasil de Sergio Buarque de Holanda publicada em 1936, retrata fielmente grande parte da sociedade brasileira, no qual toma atitudes com base na emoção e cordialidade. Por consequência, a moral do cidadão é constantemente deturpada ocasionando assim um sentimento de insegurança presente em 47,2% da população, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas.
    Logo, medidas para resolver tal desafio devem ser tomadas como, uma parceria entre a mídia e o Ministério da Educação para a criação de projetos, campanhas e propagandas visando proporcionar um vasto conhecimento sobre ética e moral para aqueles do ensino fundamental e médio. Para que assim a sociedade gradativamente se instrua sobre os malefícios advindos de uma vida desonesta. Portanto, é de extrema importância a criação de um projeto de lei pelo legislativo com o intuito de multar ou aplicar pequenas detenções a crimes de pouca gravidade e troca de favores. Sendo que, tais práticas efetuadas com êxito vão garantir um Brasil que preza pela honestidade e progresso da população.