A presença do sensacionalismo no jornalismo brasileiro.

Envie sua redação para correção
    Apelações. Títulos exagerados. Notícias com fatos intencionalmente omitidos. Criação de intrigas. Essas são manobras utilizadas por jornais para retirarem a atenção do público para questões realmente importantes. Por isso, faz-se necessário que haja a punição à utilização de mecanismos sensacionalistas nos jornais brasileiros.
       Primeiramente, vale lembrar que na Roma Antiga o governo adotou a chamada: "Política de pão e circo", onde utilizavam o entretenimento barato para retirar a atenção da população de problemas que a sociedade passava. Porém, esse mecanismo passou a ser adotado por veículos jornalísticos brasileiros, que omitem escândalos de partidos políticos por manchetes sensacionalistas de assuntos variados.
       Por conseguinte, segundo o pensamento do físico Thomas Jefferson: "se pudesse decidir se devemos ter um governo sem jornais ou jornais sem governo, eu não vacilaria um instante em preferir o último". Dessa forma, ele deixa explícito a manipulação de informação nos noticiários por partidos políticos e pelo governo.
       Desse modo, são necessárias medidas para que haja a mitigação da problemática. Para tanto, o Congresso Nacional deve impedir a parceria entre partidos, e o governo, com veículos jornalísticos, através da formulação de leis- como o pagamento de multas destinadas a ONG'S-, assim a população brasileira tenha notícias de qualidade e sem lado político.