A questão da xenofobia no Brasil

Envie sua redação para correção
    O Brasil sempre foi visto como um país acolhedor porém, é possível observar que os ataques contra imigrantes refugiados estão acontecendo com mais frequência. Essa discriminação e o preconceito com os imigrantes é denominado xenofobia, uma aversão a pessoas e coisas estrangeiras que precisa ser revertida para uma construção social digna para todas as etnias que vivem em um mesmo país. Seguindo essa vertente, encontrar junto aos orgãos públicos e a escola, soluções para resolver essa temática torna-se imprescindível.
        No último ano a população de imigrantes praticamente dobrou, são refugiados de guerra, da fome e da miséria em busca de melhores condições de vida no Brasil. Todavia, mesmo sendo um crime previsto na lei, as denúncias de refugiados que sofrem com as humilhações e constrangimentos, promovidos principalmente pela não aceitação a outras culturas e nacionalidades também aumentaram, e o mais alarmante é que geralmente esses xenofobicos não são punidos como é previsto por lei.
         Ao refletir como Immanuel Kant que disse que o homem é o que a educação faz dele, é possível dizer que a xenofobia acontece por falta de informação e do preconceito com o desconhecido, tornando-se necessário um mudança de comportamento da população para um país mais justo e tolerante com a realidade atual.
          Sendo assim, medidas são necessárias para resolver esse impasse.  O Ministério da Educação junto aos professores poderiam ministrar palestras aos alunos afim de descontruir preconceitos contra as culturas e ampliar as informações sobre a imigração e os refugiados em nosso país, gerando dessa forma mais tolerância e aceitação. Junto a essa iniciativa o Governo Federal poderia desenvolver campanhas educativas por meios de comunicação para diminuir ataques xenofobicos, além de averiguar e punir mais ativamente as denúncias recebidas, e com isso oferecer mais segurança aos refugiados que vieram para o Brasil em busca de paz e recomeço para suas vidas. Tornando assim o Brasil um país para todos.